O Sindicato

Com o crescimento e desenvolvimento do setor petrolífero e o aumento da terceirização do serviço por parte da tomadora de serviço, a Petrobrás, surgiu uma nova classe de trabalhadores, denominada categoria offshore.

Estes trabalhadores exerciam suas atividades diretamente às empresas terceirizadas, razão pela qual não eram conhecidos como petroleiros.

Com o surgimento da Categoria Offshore, surgiu também um problema, pois não havia um Sindicato que adequasse essa nova categoria profissional. Vários foram os Sindicatos que tentaram representá-los, mas além da diferença na atividade, havia também o tratamento diferenciado, discriminatório.

Então, um grupo de trabalhadores decidiu fundar uma associação, que tivesse legitimidade para representá-los e cuidar de seus interesses. Assim, em 1992 foi fundado a UNITOS (Unidade Independente dos Trabalhadores Offshore) cuja finalidade era representar, organizar e defender os interesses da Categoria Offshore.

Após a fundação da UNITOS, em janeiro de 1993 a Associação foi transformada em Sindicato, surgindo desta forma o SINDITOB - SINDICATO DOS TRABALHADORES OFFSHORE DO BRASIL que representa os Empregados das Empresas Privadas/Terceirizadas que prestam seus serviços nas Plataformas de Perfuração, Produção, Prospecção, Operações Especiais e Extração de Petróleo em Alto Mar, bem como nas Atividades Fins e Meio nas Bases de Apoio e Unidades Operacionais, e luta em defesa dos direitos dos trabalhadores offshore.

Atuando diretamente em sua base territorial, seu principal objetivo é proporcionar o bem estar aos trabalhadores, preservando sua integridade profissional e seus direitos através de um trabalho de conscientização árduo, honesto, tendo como finalidade a satisfação de seus filiados, no cumprimento de seus deveres e exercício de seus direitos.

 

Horário de Expediente

De segunda à sexta-feira

de 08:00 as 11:30 e de 13:00 as 17:00



Diretoria

Em conformidade com seu Estatuto, a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Offshore do Brasil, é composta por 07 (sete) trabalhadores, formando dessa forma, uma diretoria não colegiada.


  • Alexandre Regis de Lima Filho

    Diretor de Organização

  • Amaro Luiz Alves da Silva

    Presidente

  • Carlos Amaral da Costa

    Diretor Financeiro

  • Eliane do Desterro da Silva

    Diretora Jurídica

  • Lusvaldino da Luz Dias

    Vice Presidente

  • Paulo César Eduvirges

    Diretor de Politica Sindical

  • Ronaldo Vicente Reiser

    Diretor de Imprensa